Consulte as noticias já disponiveis da nossa Gala

Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Preocupações

 
 A nossa preocupação!
 
Somos uma Associação de Pais activa dentro das nossas possibilidades, não dispensamos a nossa presença nos Conselhos Pedagógicos, nem nas Assembleias de escola, nem em todas as iniciativas para que sejamos chamados, fazemos do voluntariado a nossa forma de participar na construção de uma escola melhor.
                Para esse efeito sentimos ser indispensável que todos possam sentir-se bem na escola, e todos para nós são os Funcionários administrativos, os Funcionários de acção educativa, os Professores, os membros do Conselho Executivo, os Alunos e até os próprios Encarregados de Educação.
                Sentimos que só em conjunto conseguiremos proporcionar um futuro melhor aos nossos educandos, sentimos que só remando em sintonia poderemos criar alicerces para construir uma escola da qual nos orgulhemos.
                O momento conturbado que as mudanças impostas nas escolas, nas formas de avaliação dos professores, e no estatuto dos alunos está a ocasionar não nos deixa tranquilos, bem pelo contrário.
                Não queremos questionar as opções de forma destrutiva, porque sabemos que algo tem que mudar, no entanto questionamo-nos se estas são as melhores opções.
                Quando confrontados com as mudanças e com as novas regras impostas questionamo-nos:
                Serão capazes entidades externas à escola entre os quais nos incluímos de tomar decisões como demitir o conselho executivo sem pressões externas á própria escola? Seremos nós Pais (enquanto voluntários) capazes de presidir um órgão com a importância das assembleias de escola? Serão os órgãos autárquicos capazes de gerir este órgão sem o compromisso partidário de quem os elegeu?
Irão os nossos professores continuar a ter tempo para dar atenção aos nossos educandos quando é a sua carreira que está em questão?
Terão as notas dos nossos educandos condicionadas a uma avaliação dos professores, como se de estatísticas se tratasse?
Depois de avaliarem, serem avaliados, confrontarem-se com uma pressão que as regras ditam, preocuparem-se com a burocracia que estas impõem ,  ainda restará tempo aos Professores dos nossos filhos para actividades extra curriculares, tão importantes no incentivo  e gosto que os alunos possam ter pela escola?
Poderão os nossos educandos estar sujeitos às mudanças de regras a meio de um ano lectivo, criando injustiças e forçando os próprios numa altura em que deveriam estar preocupados em ter melhor rendimento escolar a conhecer regras bem diferentes daquelas com que começaram o ano. Desde já assumimos que concordamos de um modo geral com o novo estatuto dos alunos, mas que este entre em vigor no inicio de um ano lectivo, nunca com este a decorrer.
Por isto tudo e porque sentimos no nosso dia á dia que existe da parte do Corpo docente da nossa escola um grande esforço em serem cada vez melhores e mais competentes, apesar das dificuldades e das medidas a que tem estado sujeitos, que assumimos a nossa posição de preocupação em relação ao futuro dos nossos educandos.
Realmente neste momento pensamos ter muitos motivos para nos preocupar. Afinal é o Futuro dos nossos educandos que está em causa.
Porque não queremos ficar fora da discussão e porque temos a nossa opinião. Afirmamos a nossa Preocupação.
 
Juntamos a esta nossa preocupação uma carta de uma professora, lida em Conselho Pedagógico da nossa escola e que foi aprovada por unanimidade, e que fizemos questão de subscrever.
 
“…professora do quadro de nomeação definitiva desta escola e membro do conselho pedagógico, vem por este meio apresentar algumas considerações relativas aos recentes documentos legislativos emanados pelo ministério de educação – avaliação de desempenho e estatuto do aluno
 
 
Avaliação de desempenho:
 
Exige-se o cumprimento de prazos que são dificilmente exequíveis, pressionando os professores num momento inoportuno, a meio do ano lectivo, com todas as suas implicações, preparar e planificar aulas, realizar avaliações reformular pcts, diversificar estratégias e principalmente leccionar aulas.
Afim de preparar cidadãos conscientes para o futuro a escola devia seguir um modelo de exigência, qualidade e proficiência, onde as estatísticas devem ter um lugar de referência sem serem contudo redutoras e enganadores.
Para se obter qualidade é necessário interiorizar, analisar, debater estes assuntos e não criar documentos, que vão envolver um universo de professores, sem haver tempo para um debate construtivo nas escolas, sobre um assunto que a todos diz respeito e as todos vai condicionar como profissionais. Prova ou mostra do desrespeito pelo trabalho dos docentes quando se exige uma análise de nova documentação e a construção de materiais.
Não se trata de se procurar furtar ou temer tarefas, trata-se sim de recear fazê-las de um modo ligeiro e leviano, devido à pressão do tempo e da sobrecarga de trabalho neste momento, quando o que está em causa envolve toda uma comunidade educativa.
 
 
Estatuto do aluno
 
Mudar as regras do jogo a meio do ano lectivo vai criar situações de injustiça perante alunos que iniciaram o ano e se sujeitaram a uma dinâmica inerente a um estatuto que estava presentemente a ser posto em prática e ajustado as escolas integrado nos seus recentes regulamentos internos e a nova legislação. Perante a mesma situação os alunos têm tratamento diferente consoante a altura do ano
Mais uma vez se exige aos docentes a análise de legislação e a elaboração de adaptações ao funcionamento da escola
 
O tratamento de informação, tão relevante por interferir com o funcionamento da escola, com o regime e avaliação dos alunos e com o regime de avaliação de professores exige obrigatoriamente, se procurarmos a qualidade o rigor, a justiça a análise, detalhada, atempada e cuidada, o que neste momento nos é impossibilitado, empurrando-nos para a construção de documentos sem ser observada toda a complexidade da sua aplicação, podendo cair-se no erro de elaborar matérias incompletos e inadequados, desajustados ou até mesmo impraticáveis.
 
Fica relegado para segundo plano aquilo que realmente é a profissão de um professor leccionar e acompanhar os seus alunos de modo a que consigam desenvolver competências, aprender conteúdos ajudá-los a ultrapassar obstáculos fornecer-lhes meios para enfrentarem os desafios do quotidiano.”
 
Esperamos que estas “nossas” preocupações possam despertar a consciência dos responsáveis por estas novas regras, e possam ser criadas alterações ou adaptações. Salvaguardando assim os principais interessados numa educação com mais qualidade, os nossos Educandos!
 
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Da escola Bartolomeu Dias em Sacavém
publicado por Paulo Condesso às 09:01
link do post | comentar | favorito
|

-O meu Perfil

-pesquisar

 

-Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

-Noticias

- Noticias

- Boas Vindas 2008/2009

- Grande Gala 2007/2008

- Divulgação da intituição

- Homenagem á Dr.ª. Luisa

- Homenagem de Aluna à Dr.ª...

- Recepção aos convidados e...

- Homenagens

- Troféus Atribuidos

- 1º Classificado

- 2º Classificado

- 3º Classificado

- 4º Classificado

- 5º Classificado

- 6º Classificado

- 7º Classificado

- 8º Classificado

- 9º Classificado

- 10º Classificado

- 11º Classificado

- 12º Classificado

- 13º Classificado

- 14º Classificado

- 15º Classificado

- Texto nº 1

- Texto nº 7

- Concurso Literário - Resu...

- Fotos da Entrega dos Prém...

- Premiados 2007/2008

- Os Nossos apoios

- Ambargris

- Dan Cake

- Zona Óptica

- Café "A Cafeina"

- Farmácia Soares

- Gráfica Povoense

- ISOLAR

- Zé Simões - Canalizador

- Casa dos Frangos de Sacav...

- Beconnect

- EPOCH

- AASTRA

- Fotoflash

- Desportos Velosos

- Prevenção Rodoviária

- Tonik

- Citroen - Sacavém

- Auto Motriz

- Clinica de Santo António

- Eliseu Costa Carrapito

-Arquivos

- Setembro 2008

- Julho 2008

- Junho 2008

- Abril 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Dezembro 2007

- Novembro 2007

- Outubro 2007

- Setembro 2007

-Numero de Visitas

-favoritos

- As nossas equipas

- Noticias

-Locais a Visitar